SOMOS MERECEDORAS PARA COLHER A VIDA QUE PLANTAMOS



Mulher, o que você tem plantado?


Lei do retorno.

De acordo com o dicionário, merecimento é o que torna alguém ou uma ação digno de receber um prêmio ou mesmo uma punição. Tudo o que recebemos e não recebemos vem através da compreensão desse processo. É a famosa frase “nós colhemos o que nós plantamos”. Há vezes que plantamos coisas tão boas, que não conseguimos enxergar a boa colheita. Se você não se sente merecedora, pode apresentar uma baixa autoestima. Agora, se você é uma pessoa bem resolvida, que trabalha sua autoaceitação e consegue minimizar críticas como, por exemplo, se colocando a frente do que acontece, certamente, consegue visualizar tudo o que está vindo para você.


Se você quer saber se você está com alta autoestima, responda: Quem você colocaria na lista das 5 pessoas que você mais admira? Seu nome estaria nesta lista? A mulher merecedora reconhece seu valor e por isso consegue colher com maior facilidade o que a vida proporciona para ela.


Mas, se duvidamos que daremos certo, se nos questionamos constantemente se vamos dar conta dos nossos projetos e desafios, se um dia iremos realmente casar ou se nosso companheiro é “bonito demais” para nós, se duvidarmos que as oportunidades profissionais são mesmo para nós, então… isso é falta de merecimento. E isto pode estar ligada a situações vividas na nossa infância, como as feridas do abandono ou rejeição. Ou até mesmo enquanto adultas, devido à traumas, como: acidentes, separação, violência moral ou física.


A procrastinação, por exemplo, é uma evidência de que você pode não se sentir merecedora de algo que você possui ou de que um desafio pode dar certo. Uma pessoa que foi abandonada pelo pai, pode duvidar de si mesma quando estiver se relacionando com outra figura masculina, pois de forma inconsciente, ela acredita que será abandonada – como foi um dia. Assim como, crianças que foram muito criticadas, que ouviram que não eram capazes e foram humilhadas podem também se tornar adultos com dificuldade de se sentirem merecedores. Mas essas crenças limitantes e a forma como lidamos com merecimento podem ser trabalhadas através do autoconhecimento.


Se você ainda não se sente capaz de agradecer às coisas boas com o coração cheio de gratidão, é porque está duvidando de que é merecedora dos caminhos e oportunidades que a vida está abrindo para você, por isso tenha atenção. Pode ser que, sua baixa autoestima te influencie no seu senso de merecimento. É hora de rever isso e exaltar a gratidão.


Somos sim merecedoras de tudo que semeamos, cuidamos, amamos e até dos erros que cometemos. Só não podemos deixar de reconhecer isso para que nossa energia continue aberta para a prosperidade e abundância.


E fica a dica: Troque a autocrítica que te condena, por autoaceitação que te ama.


“Quando a alma está feliz, a prosperidade cresce, a saúde melhora, as amizades aumentam, enfim o mundo fica bem com você! O mundo exterior reflete o universo interior.”

(Mahatma Gandhi)



Artigo escrito para a Revista Dolce Morumbi, em 22/03/2021.

Leia mais artigos aqui.


--

Agende a sua sessão experimental: 11 94756-5478 - anak@ebrccoaching.com.br


Ana Kekligian é Palestrante, Fundadora da EBC - Empresa Brasileira de Coaching, Master Coach, Analista Comportamental, Especialista em Inteligência Emocional e Especialista em Produtividade. Atualmente com cinco importantes certificações internacionais pelo IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Professional & Self Coaching, Coaching Ericksoriano, Master Coach, Análise Comportamental e Inteligência Emocional. Certificado de Especialista em Inteligência Emocional pela SBIE - Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional e Triad Certified Productivity Specialist, formada pela TriadePS.


Vasta experiência corporativa, onde atuou como executiva de marketing por mais de 18 anos em importantes empresas.


Além disso, administra outros importantes papéis: como mulher, mãe, filha, irmão, amiga, namorada e CEO de si mesma.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo