O IMPACTO DA BAIXA AUTOESTIMA NA SUA REALIZAÇÃO PROFISSIONAL



Entenda como ela pode interferir no seu sucesso.


A autoestima é capaz de interferir em diversas áreas da vida de uma pessoa, inclusive, na vida profissional. Você conhece alguém que possui necessidade constante de aprovação e elogios? Competição em excesso? Perfeccionismo? Ou alguém que tem dificuldade de receber feedbacks e de reconhecer suas vitórias?


Essas características são encontradas em pessoas com baixa autoestima, que encaram como consequências: a procrastinação, a má organização, insegurança, passividade e a falta de confiança que afetam a produtividade no trabalho. E se negligenciada pode evoluir para uma doença grave como o Burnout e a depressão.


Se você é um líder que possui algum colaborador com baixa autoestima, dê feedbacks que o motive e reconheça seus méritos. Identifique também o que precisa ser melhorado, mas com um plano de gestão. Aponte as ferramentas necessárias para que essa melhora aconteça e acompanhe o processo de desenvolvimento.


Na primeira sessão de Coaching que realizo com meus novos clientes, dou a devolutiva de um teste comportamental científico, que entre tantas informações, revela o índice de positividade e de autoestima. Esse teste tem como objetivo criar um plano de desenvolvimento individual (PDI) para potencializar ou desenvolver capacidades e habilidades que estejam faltando no perfil do cliente e que podem prejudicá-lo e consequentemente aumentar a sua autoconfiança e resultado.


Certamente ao investigarmos as razões dos seus pontos de melhoria e desequilíbrio, encontraremos competências que precisam ser desenvolvidas, além de questões emocionais como: perdas, separação, desemprego, relações tóxicas, assédio moral ou sexual que afetam a autoestima da pessoa, e se não tratadas e identificadas rapidamente provocarão um efeito dominó. E o mais alarmante: a cada 10 clientes que eu atendo, 8 deles possuem um índice baixo de autoestima.


Neste trabalho, que é um verdadeiro resgate de si mesmo, fazemos praticamente um inventário dos pontos fortes, habilidades e capacidades para que a pessoa possa se apropriar de quem é e voltar a acreditar em si. É o ponto de partida para todo o processo de autodesenvolvimento que vem a seguir.


Mas afinal, o que é uma autoestima equilibrada? Você já se deparou com uma pessoa que possui o perfil automotivado e confiante? Esta pessoa é aquela que procura lidar com a vida através de um pensamento mais positivo, buscando soluções e aprendizados, sem ficar paralisada na dor e no sofrimento. Ela está sempre aceitando um desafio, porque sabe que é capaz. Sabe lidar com críticas e superar as dificuldades. É alguém que reconhece suas qualificações e se autovaloriza.


Trabalhar com pessoas de autoestima equilibrada transforma o ambiente profissional. Essas pessoas têm coragem de expressar suas opiniões, são otimistas, se arriscam com determinação. São pessoas de fé que acreditam, mesmo em um cenário negativo, que podem criar perspectivas positivas e proativas.


Ter uma autoestima em equilíbrio é saber o seu valor, estar aberto para aprender e celebrar os resultados. Por isso, não seja seu maior obstáculo. Não se compare aos outros. Dedique-se ao autoconhecimento. Cultive pensamentos positivos. Organize suas tarefas e principalmente, observe a qualidade de seus pensamentos. Agarre as oportunidades com coragem. Afinal, a diferença entre o medo e a coragem está na ação. E se você quer ir além, procure ajuda. Não tenha medo de dar certo.


O que você tem feito para o desenvolvimento da sua autoestima? Faça seu teste para saber como está o índice da sua autoestima e comece a jornada de resgate de si mesmo.


https://www.anakekligian.com/teste-autoestima


E se precisar, conte comigo.



Artigo escrito para a Revista Dolce Morumbi, em 17/05/2021.

Leia mais artigos aqui.


--

Agende a sua sessão experimental: 11 94756-5478 - anak@ebrccoaching.com.br


Ana Kekligian é Palestrante, Fundadora da EBC - Empresa Brasileira de Coaching, Master Coach, Analista Comportamental, Especialista em Inteligência Emocional e Especialista em Produtividade. Atualmente com cinco importantes certificações internacionais pelo IBC - Instituto Brasileiro de Coaching: Professional & Self Coaching, Coaching Ericksoriano, Master Coach, Análise Comportamental e Inteligência Emocional. Certificado de Especialista em Inteligência Emocional pela SBIE - Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional e Triad Certified Productivity Specialist, formada pela TriadePS.


Vasta experiência corporativa, onde atuou como executiva de marketing por mais de 18 anos em importantes empresas.


Além disso, administra outros importantes papéis: como mulher, mãe, filha, irmã, amiga, noiva e CEO de si mesma.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo