O MUNDO PAROU PARA VOCÊ FAZER O QUÊ?

Atualizado: Jun 18

Entenda o perfil disruptivo que as empresas e pessoas precisam nos dias de hoje.



Quando o período de quarentena chegou ao Brasil, eu me deparei no Coachtório com pessoas desesperadas, completamente abaladas, com muito medo do futuro e sem controle das suas próprias emoções. Aconteceu inclusive com pessoas competentes e antes, seguras. Isso me despertou a atenção para o momento disruptivo que vivemos, onde estar no controle das emoções se faz extremamente necessário para a tomada de Consciência e Ação que o mercado corporativo precisa neste momento.


Da noite para o dia, as corporações se desenvolveram. Anos de evolução tecnológica foram colocados em prática em dias. O mercado e os consumidores brasileiros mudaram seus hábitos e comportamentos passando, por exemplo, a comprar até o essencial pela internet. E as relações em muitas famílias melhoraram com a convivência. Pais ausentes devido à “falta de tempo” ficam um período maior com seus filhos agora, participando de fato do desenvolvimento deles e criando formas inusitadas de estarem presentes. Claro que sabemos que na convivência também temos dados alarmantes de situações de crise nos lares. Porém, o foco aqui é falar das mudanças comportamentais que a quarentena nos proporciona.


Mas Ana, todo esse movimento se tornou necessário, certo? Sim! Mas você percebeu que só falei pontos positivos nos parágrafos acima? Ou só passou a pensar nisso porque eu acabei de citar? O que eu quero te mostrar com esse questionamento é que além da inteligência emocional, um olhar mais otimista, traz outra visão para os desafios. Você deixa de esperar que alguém resolva suas questões para se tornar alguém capaz de agir para solucioná-las. E isso pode ser um sinal da sua capacidade disruptiva.

E afinal, o que é um profissional disruptivo? São pessoas capazes de se manterem em um desenvolvimento constante, acompanhando as mudanças que o mercado propõe, mas também trazendo ideias novas e transformadoras. E as empresas disruptivas nada mais são do que aquelas feitas de profissionais inovadores, criativos, que se sentem parte do todo e que ousam ir além. São essas empresas que sobrevivem à crise.


Será que estou sendo disruptivo nos dias de hoje? Se você foca apenas na dor durante os momentos mais desafiadores da sua vida, provavelmente colherá resultados medíocres ou no máximo satisfatórios. Não se esqueça que a responsabilidade é sua. Você é quem faz suas escolhas e isso que define quem você é. Ao se reconstruir e buscar uma solução criativa com novas alternativas, você revelará sua capacidade disruptiva e inclusive, empregável.

Mas os questionamentos vão além: Qual a sua verdade? Qual a dor que você resolve? O que tem valor para você? Qual é o seu diferencial competitivo? Por que a empresa te mantém e te manterá na folha de pagamento? Todas essas respostas, tudo o que construiu dentro da sua história, você encontra no caminho do autoconhecimento. Pois, para quebrar padrões é necessário você se apropriar da sua história e do que elaborou até aqui. E então, desenvolver tudo aquilo que não está contribuindo com a sua imagem e performance.

Se você já sabe o que te diferencia, faça uso disso: contribua com a mudança que o mundo precisa. E mais, colabore com essa transformação na empresa que você representa e também dentro do seu lar. Caso você ainda não saiba, busque seu diferencial e o desenvolvimento dele para que possa se valorizar ainda mais! Todas as pessoas do mundo possuem um potencial infinito dentro de si, só precisam acessa-lo.


As pessoas extraordinárias encontram saídas.

A mudança de cenário não intimida, pois a visão aqui é: a cada novo processo, existe um novo desafio. E nada mais estimulante do que um desafio para trazer soluções criativas capazes de transmutar e impactar o meio que vivemos.

Para manter esse entusiasmo, resiliência e adaptabilidade são essenciais. Afinal, serão muitas adversidades que você terá que reverter, contribuindo com ideias novas e sempre se mantendo aberto a experiências e conhecimentos atuais.

Todos nós temos a capacidade de quebrar padrões e desenvolver habilidades que nos permitam ser pessoas e profissionais disruptivos, incríveis e verdadeiramente valorizados. Basta sairmos desse quadrado que nos colocamos, e buscarmos aperfeiçoar as características que nos fortalecem.


Lembre-se: “Pensar fora da caixinha virou regra básica”


Reflexão: O que você passou a fazer diferente durante o tempo da quarentena? Quais oportunidades encontrou e aproveitou? O que pode fazer de diferente a partir de agora?


Artigo escrito para a Revista Dolce Morumbi, em 01/06/2020.

Leia mais artigos aqui.


---


Agende a sua sessão experimental: 11 94756-5478 - anak@ebrccoaching.com.br


Ana Kekligian – É Master Coach de Desempenho e Especialista em Inteligência Emocional orientada para a vida pessoal e profissional, além de idealizadora da EBC - Empresa Brasileira de Coaching. Atualmente possui quatro importantes certificações internacionais pelo IBC – Instituto Brasileiro de Coaching: Professional & Self Coaching, Coaching Ericksoniano, Master Coach e Análise Comportamental. Conta também com a certificação de Especialista em Inteligência Emocional pela SBIE (Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional) e recentemente se tornou Especialista em Produtividade com : Triad Certified Productivity Specialist, formada pela TriadPS.


Além disso, a Ana Kekligian é mãe, filha, esposa, irmã, tia, amiga e CEO de si mesma.

0 visualização

Contato

anak@ebrccoaching.com.br

11 94756-5478

Siga a Ana Kekligian nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram ícone social

Conheça a EBC

HORIZONTAL PNG COLORIDO.png

Siga a EBC nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram ícone social